domingo, 3 de março de 2013

Vi no Gospel Prime

Presciência ou predestinação? Como posso entender isto? Tudo foi predestinado, de maneira que foi preordenado meticulosamente cada decisão, cada ato...


  1. Presciência ou predestinação?
Como posso entender isto? Tudo foi predestinado, de maneira que foi preordenado meticulosamente cada decisão, cada ato de todo e qualquer individuo em qualquer época da história?
Deus condicionou os indivíduos que seriam, biblicamente, ímpios?
A questão é mais simples do que parece, e usaremos o livro de Apocalipse para exemplificar a questão, isto porque as revelações do futuro contidas no livro são fatos determinados, predestinados, com absoluta certeza.
Texto sobre as duas Bestas apocalípticas.
“E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação. E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. “ Ap 13.7-8
Vejamos bem: “Permitido”.
A palavra “permitido” do grego “endechetai”, excluí toda a idéia de predestinação em termos de determinação incondicional divina, ou seja, de que Deus tenha planejado cada ato, maldade, que a primeira besta fará em guerra contra os santos (que cremos serem referente ao período de tribulação) e vencê-los. Foi permitido à besta, e não determinado meticulosamente, que fizesse guerra aos santos em questão, e vencê-los. Pergunto: Seria possível, nesta citada guerra, os santos vencerem a primeira besta? Se a bíblia declara que a besta irá vencê-los? É claro que não! ESTÁ PREDESTINADO.
Então, pense conosco, se você, caro leitor, pudesse perguntar a Deus (hoje) quem são os crentes que enfrentarão a fúria da besta, e infelizmente serão vencidos (mortos, alguns cremos que apostatarão da fé), se Deus sabe o nome e o endereço deles, agora? Será que Ele sabe?
Será que Deus sabe exatamente quantos irão morrer nesta batalha ou tal número e nomes são algo  desconhecido para Ele?
É óbvio que Deus sabe, conhece todo o resultado, o nome, o endereço, o telefone: na segunda parte do versículo lemos: “E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo”.
Contudo, retome o pensamento, “foi-lhe permitido”.
O que fica demonstrado é que o resultado predestinado, não foi determinado no sentido de que Deus tenha planejado cada maldade, cada morte, violência ou estupro. Dito de outro modo, Deus não arquitetou as maldades das bestas, mas permitiu, e dentro desta permissão, conhecendo o resultado, predestinou, é inevitável, ninguém pode alterar o resultado da guerra, “E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los.”
Outras análises, seguem:
“E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. “ Ap 13:16-17
Será que vai ocorrer? Está predestinado? É claro que sim. A marca da besta será uma realidade.
“A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição; e os que habitam na terra(cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão, vendo a besta que era e já não é, mas que virá.” Ap 17.8
Será que Deus sabe, desde a fundação do mundo, quantos e quais serão os salvos? É claro que sim, mas isto não implica dizer que Ele tenha  empurrado “fulano” ou “beltrano” para o céu ou para o inferno.
“Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão os que estão com ele, chamados, e eleitos, e fiéis.” Ap 17.14
Será que os que estão com o cordeiro vencerão? É claro que sim, está predestinado, o que não implica dizer que Deus tenha impulsionado um a estar com Cristo, e odiado a outros, antes da fundação do mundo, a ponto de não dar qualquer possibilidade de estarem com Cristo ou em Cristo.
2. “Escolhidos de antemão”. O que significa?” Rm 2.29-30; Ef 1.4-11; I Pe 1.2
Quando a bíblia fala de eleição e predestinação, fala da visão de Deus das coisas, e não da perspectiva humana. Fala do conhecimento Dele mesmo “os que dantes conheceu” “segundo a presciência”, conhecimento de Deus somente, não humano. Fala de uma visão de cima para baixo, por isso os verbos tem que aparecer no tempo passado, pois para Ele nada vai mudar, tudo está determinado, mesmo antes de começar a existir, “vos escolheu” “vos elegeu” “predestinou”, sempre no passado, é como se já tivesse ocorrido, porque Ele tudo vê, o inicio, o meio e o fim.
Para o homem, da perspectiva humana, nada está predestinado, tudo é possível, crer e morrer na fé, perseverar ou não, receber ou rejeitar à Graça, tudo está a sua frente, é sua responsabilidade, e não terá como se justificar diante de Deus, caso rejeite a graça, caso rejeite o sacrifício de Cristo.
Espero ter esclarecido, pelo menos um pouco mais, a questão da predestinação e presciência.
Que a graça e a paz de nosso Senhor Jesus seja convosco, amém.

autor

Flávyo Henrique

Flávyo Henrique

Pastor, evangelista, formado em Gestão Pública, estudante de pós-graduação na área de Administração Pública, Chefe de Cartório Eleitoral.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Esse Blog apóia Samuel Câmara

Esse Blog apóia Samuel Câmara
CGADB PARA TODOS